spot_img
segunda-feira, maio 16, 2022
spot_img

Mulheres denunciam terem sido dopadas por motoristas de aplicativos

Mais ou Menos
- Publicidade -spot_img
spot_img

Passageiras de transporte de aplicativo denunciaram à polícia terem sido dopadas por motoristas durante corridas. Até o momento, há casos em investigação em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Todas as vítimas relatam modus operandi semelhantes. Segundo elas, os acusados borrifam produtos químicos dentro do carro disfarçado de aromatizante ou usam a ventilação do ar condicionado para espalhar as substâncias dentro do veículo.

Os produtos tem efeito imediato e deixam a vítima tonta e com a visão embaçada até ela desmaiá-la completamente. Segundo especialistas, os produtos como éter, clorofórmio e outros são rapidamente absorvidos pela corrente sanguínea por meio da respiração.

Por conta dos sucessivos casos, as mulheres tem compartilhado os relatos nas redes sociais para alertar outras e prevenir futuras vítimas. Na maioria dos casos, os condutores são colaboradores do aplicativo 99, mas também envolvem motoristas de outras empresas.

Após tomar conhecimento de um caso ocorrido em São Paulo, onde a vítima percebeu que estava sendo dopada e pediu socorro a namorada por mensagem. A 99 chegou emitiu nota pedindo que vítimas procurem a polícia e relatem o caso também à plataforma do aplicativo:

“A 99 lamenta profundamente o ocorrido com a passageira Bruna Custódio. Assim que tomamos conhecimento, bloqueamos o motorista e mobilizamos uma equipe que está em contato com a Bruna para acolhimento e suporte necessários.

Ressaltamos que a empresa não tolera e repudia qualquer forma de assédio. Investimos constantemente em ferramentas de segurança para a prevenção, proteção e acolhimento de todos os usuários, principalmente para as passageiras. Entre as medidas estão a opção de compartilhar rota com contatos de confiança, monitoramento da corrida, gravação de áudio e botão para ligação direta para a polícia.

Passageiras que tenham experienciado essa situação devem reportar imediatamente para a empresa, por meio de seu app, ou no telefone 0800-888-8999 para que as medidas cabíveis sejam tomadas. Trabalhamos 24 horas por dia, 7 dias por semana, para cuidar da proteção e suporte dos usuários.”

- Publicidade -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img
Últimas Notícias

McDonald ‘s anuncia saída da Rússia e deve deixar mais 60 mil desempregados

A McDonald 's decidiu se retirar do território russo e anunciou que está vendendo todas as lojas da rede....

Inscrições para estágio em Direito na PGE começam hoje em Manaus

Manaus/AM - As inscrições para o processo seletivo de novos estagiários de Direito para a Procuradoria Geral do Estado...
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img