spot_img
domingo, outubro 17, 2021
spot_img

Anvisa aconselha ministério a não liberar vacina AstraZeneca para grávidas

Mais ou Menos
- Publicidade -spot_img
spot_img

Após o episódio de uma grávida que desenvolveu quadro de trombose após tomar a vacina AstraZeneca, a Anvisa solicita ao Ministério da Saúde que não libere a aplicação do imunizante nessas mulheres no país.

O efeito adverso é considerado muito raro e o caso da gestante ainda está em investigação para saber se, de fato, o trombo teria relação com a vacina.

A Anvisa, porém, prefere não arriscar e orienta o Ministério a seguir o que é indicado na bula da vacina. O órgão diz que apenas o médico da gestante é capaz de avaliar se os benefícios suplantam ou não o risco e por isso, a aplicação em massa não seria indicada.

O Governo ainda analisa o pedido. A formação de coágulos é citada na bula como um dos possíveis efeitos, mas apenas uma investigação sobre o histórico de saúde da paciente em questão é capaz de mostrar se o problema teria ou não sido causado pela dose do imunizante.

O Ministério da Saúde e a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro acompanham a investigação.

- Publicidade -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img
Últimas Notícias

Suspeito de estuprar e engravidar enteada de 10 anos é preso em Manaus

Uma operação da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) prendeu um homem de 50 anos,...

Três mil ingressos do jogo do Brasil serão sorteados entre pessoas que tomaram a vacina contra a Covid no AM

O governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou nesta terça-feira (5) que vai sortear 3 mil ingressos para o jogo...
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img