spot_img
sexta-feira, maio 20, 2022
spot_img

Papa retira privilégios jurídicos de cardeais e bispos do Vaticano

Mais ou Menos
- Publicidade -spot_img
spot_img

O papa Francisco determinou nesta sexta-feira 30) que bispos e cardeais que trabalham no Vaticano serão julgados pelo mesmo tribunal comum que analisa outros casos criminais, e não mais por um painel de prelados de elite.

Francisco emitiu um decreto revogando uma cláusula no Código Penal Civil do Vaticano segundo o qual bispos e cardeais eram julgados apenas pelo Tribunal de Cassação, um órgão superior formado por cardeais e outros clérigos de alto escalão.

Nos últimos anos, houve vários casos em que pessoas de fora da igreja pegas em investigações criminais foram julgadas e condenadas pelo tribunal ordinário, que é composto por não clérigos, enquanto cardeais envolvidos nos mesmos casos não foram julgados ou receberam tratamento especial.

No prefácio do decreto, Francisco disse que o direito civil dentro do Vaticano, que é uma cidade-Estado soberana, deve ser “sem privilégios de tempos atrás e que não estão mais em consonância” com as responsabilidades individuais.

As mudanças, que se espera sejam aplicadas principalmente a crimes financeiros, irão agilizar o processo para responsabilizar cardeais e bispos baseados no Vaticano se forem acusados ​​de irregularidades.

O papa ainda terá que aprovar o início de qualquer investigação ou julgamento.

- Publicidade -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img
Últimas Notícias

Rio Preto da Eva: Caminhada marca dia de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

Nesta quarta-feira, 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes,...

Escola com seis salas custa acima de R$ 2,5 milhões em Manicoré

Manicoré/AM – A construção de uma escola com seis salas de aula no município vai gerar despesa em montante acima...
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img