spot_img
quarta-feira, janeiro 26, 2022
spot_img

Chris Weidman sofre mesma lesão de Anderson Silva e deixa octógono de maca

A cena chocou o lutador, o rival e o público presente, relembrando o momento vivido pelo brasileiro Anderson Silva em 2013.

Mais ou Menos
- Publicidade -spot_img
spot_img

Neste sábado (24), Chris Weidman viveu o outro lado da moeda. O americano, que estava do outro lado do octógono quando Anderson Silva fraturou a perna ao tentar um chute, sofreu uma lesão idêntica ao brasileiro no card principal do UFC 261.

A lesão aconteceu no primeiro chute que Weidman deu em Hall. A luta durou apenas 17 segundos. O serviço médico do UFC imobilizou a perna de Weidman e retirou o lutador de maca.

“Eu tenho respeito pelo Chris Weidman. Ele é realmente um dos melhores. É uma história louca que ele foi o primeiro homem com quem eu lutei, que me desafiou. É louco como nós nos terminamos aqui novamente. Eu me sinto muito mal. Espero que ele esteja bem. É a parte ruim desse esporte. Espero que ele se recupere. E, independentemente do ranking que eu estiver no futuro, se ele se recuperar, eu devo a ele essa luta. E eu espero que ele volte. Ainda é um dos melhores”, disse Hall após o combate.

ATENÇÃO: IMAGENS FORTES

 

Lesão de Anderson Silva em 2013

A semelhança com a lesão de Anderson Silva é impressionante. À época, Weidman fazia sua primeira defesa de título após nocautear Anderson na primeira disputa entre eles. No segundo round, ao tentar um chute, o ‘Spider’ viu sua perna esquerda quebrar ao atingir o oponente, encerrando imediatamente o confronto entre eles.

A luta entre Weidman e Anderson Silva aconteceu em 28 de dezembro de 2013. O brasileiro demorou mais de um ano para voltar a lutar depois da fratura.

Confira os resultados do UFC 261:

Uriah Hall venceu Chris Weidman por nocaute técnico (lesão);
Anthony Smith venceu Jimmy Crute por nocaute técnico (interrupção médica);
Randy Brown venceu Alex ‘Cowboy’ por finalização;
Dwight Grant venceu Stefan Sekulić por decisão dividida dos juízes;
Brendan Allen venceu Karl Roberson por finalização;
Patrick Sabatini venceu Tristan Connelly por decisão unânime dos juízes;
Danaa Batgerel venceu Kevin Natividad por nocaute técnico;
Kazula Vargas venceu Zhu Rong por decisão unânime dos juízes;
Jeff Molina venceu Qileng Aori por decisão unânime dos juízes;
Ariane ‘Sorriso’ venceu Na Liang por nocaute técnico.

- Publicidade -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img
Últimas Notícias

Prefeitura realiza novas fiscalizações em shoppings de Manaus para verificar protocolos de prevenção à Covid-19

A Prefeitura de Manaus, através da Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus), realizou, nos dias 8 e 9 de janeiro,...

Variante ômicron e mau tempo fazem mais de 3.600 voos serem cancelados no mundo

Mais de 3.600 voos foram cancelados no mundo neste domingo (2). Mais da metade deles, cerca de 2.100, somente...
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img