spot_img
quarta-feira, outubro 20, 2021
spot_img

Professoras da rede publica do Amazonas publicam artigo sobre ensino remoto em revista científica

Mais ou Menos
- Publicidade -spot_img
spot_img

Desde 2018, a Revista Científica Amazon Live Journal divulga as ações científicas de professores, alunos e pesquisadores

 

As iniciativas desenvolvidas durante o período de aulas remotas serviram de tema para um artigo científico, desenvolvido pela gestora Ádila Martins e as professoras Daniele Lemos, Denizia Pimentel, Gesilda de Nazaré, Thaís Maciel e Ângela Paula, da Escola Estadual (EE) Benício Leão, na zona sul de Manaus.  Intitulado “A transformação no processo de ensino e aprendizagem em meio à pandemia: desafios e superação”, o documento, que narra as experiências realizadas pela unidade escolar para minimizar o impacto da pandemia na aprendizagem dos estudantes, foi aprovado e publicado na Revista Científica Amazon Live Journal, plataforma que divulga as ações de professores, alunos e pesquisadores.

Como metodologia, as proponentes elaboraram um Plano de Ação e uma seleção de ferramentas tecnológicas para dar prosseguimento às aulas remotas, durante o período de atividades não-presenciais. Além disso, foi identificado, por meio de pesquisa quantitativa, o aumento da participação dos alunos ao final do ano de 2020 (98,58%) e início do ano letivo de 2021 (97,25%).

“Com esses dados, pudemos constatar que as medidas utilizadas para a continuação das aulas durante a pandemia foram significativas e poderão ser continuadas no pós-pandemia, como recurso didático. Reunimos o material necessário e as evidências e redigimos o relato. Foi um momento de reflexão para a equipe, porque nos permitiu visualizar todo o processo que temos realizado para que o impacto das aulas remotas seja diminuído”, explica a gestora da unidade escolar, Ádila Martins.

Ainda conforme Martins, a proposta de artigo científico surgiu a partir da inscrição da escola no Prêmio de Gestão Escolar (PGE) de 2020, iniciativa realizada a cada dois anos, em nível federal, pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).

 

“A inscrição para o PGE fez com que organizássemos nossas ações, assim como o artigo, que serviu como parâmetro para produzirmos outros documentos de ações exitosas que acontecem na escola, específicas, por componente curricular, em meio à pandemia, e também criarmos a cultura dessas produções para divulgar na comunidade o trabalho realizado pela escola não só na pandemia, mas também no pós-pandemia”, finaliza Ádila.

Reconhecimento – A professora Denízia Pimentel relata a importância de ter essas atividades valorizadas com a publicação na revista, visto que este período tem sido desafiador para os profissionais da Educação. “O resultado foi muito satisfatório, pois atingimos quase 100% dos alunos. Nós inovamos e tivemos que aprender a lidar com muitas ferramentas tecnológicas, que nos impulsionaram a desenvolver essas ações e compartilhar com a comunidade escolar estes aprendizados”, reitera.

Com informações da assessoria 

- Publicidade -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img
Últimas Notícias

Suspeito de estuprar e engravidar enteada de 10 anos é preso em Manaus

Uma operação da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) prendeu um homem de 50 anos,...

Três mil ingressos do jogo do Brasil serão sorteados entre pessoas que tomaram a vacina contra a Covid no AM

O governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou nesta terça-feira (5) que vai sortear 3 mil ingressos para o jogo...
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img